terça-feira, 21 de agosto de 2012

Fruto: Paz - 8º Dia


Da mesma maneira que o mundo confunde o amor e a alegria, também tem confundido o sentido real da paz. O mundo quer paz e não mais guerras... mas, ainda que todo o potencial atômico e todas as armas fossem banidas da face da Terra, e todos os povos se entendessem perfeitamente, ainda assim, não haveria a paz de que o ser humano necessita e almeja.

Ela não é adquirida com uma simples sensação de bem-estar entre as pessoas, mas através de uma profunda tranquilidade na alma, e esta só é possível quando Deus, na Pessoa do Seu Filho Jesus, pelo Espírito Santo, passa reinar dentro da alma.

“Deixo-vos a paz, a minha paz voz dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize. “ (João 14:27). Há dois tipos de paz: A paz que vem de Deus e a que vem do mundo. A primeira atinge o íntimo do homem, enquanto a paz que vem do mundo alcança apenas o nosso exterior.

Tudo que atinge o nosso interior é durável e permanente, pois cria dentro de nós um mundo totalmente particular e independente... já a paz exterior é subordinada ao semelhante que, por conseguinte, também está na dependência de outrem.

Você pode receber este super poder que é a paz que vem de Deus... abri a sua alma e derramá-la diante do Sr.Jesus, por meio de uma oração sincera. O Espírito Santo Se incumbirá de fazer o resto na sua vida. Não perca tempo! Faça-o agora!

A paz que você vem desejando há muito tempo transbordará do seu interior e inundará aqueles que estiverem ao seu lado.

O verdadeiro caráter emerge nos momentos de crise, somente a pessoa com paz interior pode ter clareza de Pensamento.