sexta-feira, 6 de julho de 2012

Eu achava que era Insubstituível!


Olá dona Graci,

Me chamo Fernanda e sou de Pernambuco, quando vi no meu face a senhora perguntando se tínhamos experiência para compartilhar, na mesma hora resolvi contar a minha :-)

Bom, desde o dia que resolvi entregar a minha vida de verdade para o Sr.Jesus, eu me lancei por completo e passei a evangelizar, todos os dias estava na igreja, eu amava passar o dia na igreja... em seguida entrei para o grupo jovem, para a escolinha e por fim, fui levantada a obreira. Foi o dia mais feliz da minha vida, porque era tudo que eu mais queria. O tempo foi passando e, por eu ser muito dedicada na obra, os pastores sempre contava comigo pra tudo... eu amava ser contada por Deus! amava servir, amava trabalhar na reunião, limpar a igreja, lavar o banheiro, atender as pessoas, enfim, tudo que se relacionava a obra de Deus, eu amava fazer! era o meu maior prazer!

Mas com o passar dos tempos aquela pureza que eu tinha se transformou em orgulho e, comecei a achar que era insubstituível, que eu era a melhor obreira pelo fato de todos os pastores contarem comigo, então... eu comecei a pisar nas outras obreiras, a querer da ordem para elas, eu mandava! e já não existia mais aquela humildade, era só orgulho no meu coração.

Eu tinha esquecido que Deus estava vendo tudo né... neste tempo aconteceu que trocou o pastor regional. O novo pastor regional, no começo também contava comigo e, o orgulho só ia crescendo dentro de mim. Até que chegou um dia que o novo pastor regional pediu para me afastar de uma determinada pessoa que só tinha aparência de mulher de Deus, mas na verdade não era nada, e eu por pena da pessoa não obedeci e, por causa de uma desobediência perdi tudo, passei pelo maior deserto da minha vida, eu já não era mais responsável pelas reuniões, chegou até ao ponto de eu não poder nem segurar mais o alforje na reunião e, tudo aquilo pra mim foi como um baque porque era o meu prazer, e de repente perder tudo assim?

Daí aos poucos eu fui perdendo aquele amor que eu tinha em colocar o meu uniforme, já não
trabalhava mais nas reuniões, eu passei a ter maus olhos com o pastor e mágoa também, aquela menina pura já não existia mais, até vontade de ir pra igreja eu já não tinha, foi os piores momentos da minha vida. Tudo o que Deus havia confiado nas minhas mãos Ele tirou, tudo! Em uma Quarta- feira à noite, o pastor usado por Deus contou a minha vida no altar e, através daquela pregação eu vi que não era nascida de Deus.

Depois de quase dois anos na obra eu descobri que nunca havia conhecido à Deus! Foi um choque! porque eu vi que todo aquele tempo foi perdido... eu vivi enganada por mim mesma, naquela reunião eu desmoronei... eu vi que não passava de um lixo, quando o pastor chamou as pessoas que queriam nascer de Deus na frente do altar, o orgulho quis falar mais alto, veio logo na minha cabeça o que as pessoas iam pensar de mim... eu era uma obreira! E não ser nascida de Deus? nessa hora passou mil e uma coisa na minha cabeça, mas graças a Deus, eu criei coragem e fui lá na frente do altar... eu vi que muitos olhos focarão para mim, inclusive o do pastor... mas eu não quis saber! eu fui! pra mim naquele momento era tudo ou nada, eu não estava mais aguentando aquela situação!

Na hora da busca a única palavra que eu consegui falar pra Deus era perdão pai! naquele mesmo momento eu não conseguia falar mais nada só chorava, mas cada lágrima que caia pelo meu rosto era tudo que estava dentro de mim... eu estava colocando pra fora e Deus, naquele mesmo momento me perdoou, e ali mesmo eu nasci de novo, foi glorioso! Nunca mais esqueço aquele momento único da minha vida, desde esse dia eu nunca mais fui a mesma, Deus restituiu tudo que eu havia perdido e, me confiou muito mais, só que agora era diferente, eu sei que sem Deus eu não sou nada! Que não sou melhor que ninguém!

Hoje qualquer coisa que eu vou fazer eu chamo as pessoas pra me ajudar, porque antes, eu dava ordens... hoje eu peço por favor! Espero que com esse testemunho ajude a salvar
Almas.

Deus abençoe,

Fernanda Rafaela