sábado, 31 de julho de 2010

Minha História continua-1


Eu me casei com meu primeiro namorado. Me preparei para enfim ser uma mulher casada (mais ainda era menina rsrs), depois de tanto tempo, tantas lutas, tantas coisas que eu precisei mudar, amadurecer durante o meu namoro e noivado… ali estava eu casada e agora fazendo a obra no altar (que responsabilidade).

Confesso que no inicio eu não conseguia me ver ainda como esposa, eu continuei trabalhando como obreira, dando aulas na escolinha, eu não queria perder o ritmo. Os 3 primeiros meses eu achava que estava familiarizada em casa, na igreja e com o meu esposo(achava que já estava adaptada com a mudança de solteira para casada). Lembro que eu ainda recebia o meu salário do meu trabalho durante 3 meses. Como eu já tinha passado necessidade, eu quis encher a geladeira de comida, os armários, eu queria comprar de tudo (não queria que faltasse nada), a ponto de muitas coisas estragarem (que cabecinha a minha), eu era independente do meu esposo financeiramente, eu não tinha controle. Eu tinha do bom e do melhor (eu achava que estava fazendo tudo direito). Eu achava que estava sendo uma esposa… mas não.

Os 3 meses terminou e aí veio a realidade… eu não iria receber mais nada do meu trabalho, eu precisei aprender a viver dependente do meu esposo. Confesso que eu não aceitei por algum tempo. Na igreja eu não podia ficar querendo fazer tudo, e com meu esposo eu comecei a ser birrenta por qualquer coisa (conclusão virei uma chata de 1 primeira classe).

Eu era de Deus mas.... eu ainda tinha manias de menina(beeem de menina). Eu precisei entender isso(que não foi fácil, eu era dura na queda), pois nem eu estava me agüentando, eu não tinha controle de atitudes tão infantis que eu tomava, principalmente com o meu esposo. A esposa madura, econômica, de Deus estava longe de mim. Eu não podia comentar isso com minhas amigas obreiras, eu tinha vergonha de falar com a esposa do regional. Mas Deus é tão misericordioso, pois, quando vi que a situação já estava incontrolável, eu comecei a orar, pedir ajuda para Deus e Ele me ajudou de uma forma muito forte.

Eu morava em um apartamento onde morava mais 2 pastores no mesmo prédio. Eles já tinham algum temo de obra e de casados, Deus começo a me mostrar atitude das esposas em suas casas, com seus esposos, eu via Deus nelas. Nunca vou esquecer de uma delas, lembro que ela não tinha quase nada em sua casa e ela mesmo assim, com um sorriso no rosto preparou uma comida deliciosa para o seu esposo e sua filha e eu ainda pude comer também. A outra esposa, conseguia deixar sua casa tão perfumada, tão cuidada... apenas quando ela lavava a sua roupa e o cheirinho ficava em toda a casa por bastante tempo. Deus me mostrou com o testemunhos dessas mulheres, que eu poderia fazer de um limão uma limonada. Eu poderia ser econômica e ao mesmo tempo agradar meu esposo com uma comida simples, eu poderia ser um exemplo, não importava a situação. Eu entendi que eu precisava ser dona de casa. Sabe... Aquela mulher que seu esposo sempre tem as coisas feitas pelas suas mãos com carinho.

Hoje em dia muitas se casam e nem sabe passar uma roupa e nem se preocupa com isso (mas isso não é problema por que temos lugares que fazem isso por nós... muitas mulheres pensam), não precisa limpar a casa, pode manchar a unha (então contrata uma faxineira para isso... não é tão caro), e etc. É diferente quando uma mulher precisa de uma pessoa para ajudar a passar a roupa ou limpar a casa, porque ela realmente tem algo importante para fazer no seu dia-a-dia( é uma necessidade mesmo). Mas ela nunca deixa de aprender e de ser uma dona de casa, ela tem essa consciência.

Ser esposa é ser mulher Bombril, mil em uma utilidades (é isso mesmo meninas) é saber fazer de tudo um pouco, é ser criativa com o pouco que as vezes pode ter.

E aquelas que querem ser esposa de um Homem de Deus, tem que ter esse pensamento. Não ficar reclamando para o seu esposo que não sabe fazer por exemplo uma comida e, aí a melhor solução? Comer fora é mais prático, não precisa sujar a cozinha(que preguiçosa).

Se você quer casar... e casar com um homem de Deus, você precisa ser dona de casa, você precisar saber fazer as coisas, pois é muito vergonhoso uma mulher mimada, cheia de manias e chata e ainda não ser produtiva, não ser uma mulher do lar… é um mau testemunho e, Deus ver que se você não pode cuidar do seu esposo sendo essa mulher, como você pode cuidar das almas? Ser auxiliadora do seu esposo na igreja? Que tipo de testemunho você dará para as outras mulheres?

Comece deis de agora aprender a ser uma mulher do lar mesmo se você ainda é solteira, mesmo que você não precisa fazer isso pois você tem tudo na mão, saiba que isso faz parte de servirmos a Deus é louvável diante das pessoas, Você estará glorificando a Deus.

Faça algo essa semana que você nunca fez... passe a roupa de sua família, ou faça a comida... escolha uma receita e faça e etc. Você vai ver como é bom você fazer algo com a suas mãos e com carinho, e não fazer por fazer :-).