quarta-feira, 30 de junho de 2010

A Importância de Vigiarmos o Nosso Comportamento!


Declaração de uma Leitora

Hoje estava lendo seu blog, na parte que fala sobre a Língua Áspera, e lembrei de algo que me aconteceu. Meu esposo e eu saímos para fazer uma visita no hospital em Nova York. Ele estacionou o carro num lugar proibido e recebeu uma multa. Já estava tarde e ele tinha um compromisso, por isso, ia bem rápido.

Ao mesmo tempo, eu ia orando pois não gosto que dirija em grande velocidade. Estávamos a caminho da ponte de Manhattan no carro, de volta a casa, quando de repente um carro vermelho, velho, se atravessa diante do nosso, cortando o meu esposo. Ele já estava um pouco nervoso, desceu o vidro do carro chamando a atenção desagradavelmente do senhor do carro vermelho.Senti muita vergonha e segui orando.

Depois meu esposo queria comer alguma coisa, então passamos rápido pela cafeteria. Quando íamos saindo..., quem ia entrando? O senhor do carro vermelho. Eu não o vi, mas meu esposo sim. Nesse momento, meu esposo sentiu um pouco de vergonha, mas não lhe pediu desculpas. Quando entramos no carro lhe disse: “amor, se encontrasses hoje este senhor na igreja, que lhe dirias? Me respondeu: “lhe diria que não se meta na frente dos carros”.

Pedi paciência a Deus, pois não queria entrar em razão. Bom mais tarde ele foi na igreja. Quando voltou a casa estava calado..., quieto... Eu estranhei pois sempre chegava pedindo algo para comer. Mais tarde me disse:”Não sabes quem estava hoje na reunião da igreja? Lhe perguntei:”Quem?

Respondeu:”O senhor do carro vermelho”. Fiquei espantada,”Não posso acreditar”, lhe disse. Meu esposo se desculpou e o senhor também.

A lição que falei ao meu esposo, é que sempre devemos ser um bom exemplo. Os olhos de Deus sempre estão postos em nós e no momento de ira, nervosos, não pensamos nas conseqüências. Ele aprendeu a lição! Quando isto aconteceu, foi algo inexplicável, agora rimos pois foi engraçado, mas se o senhor fosse um mau homem? Poderia ter atacado meu esposo. Graças a Deus tudo correu bem.

Gostaria de compartir esta experiência,

Uma leitora