quinta-feira, 8 de maio de 2014

Geração do Altar part.3

Fakes no Altar

Antes de começar o post, quero explicar primeiro que “fake” é uma palavra em inglês, que em português significa falsificação. Vamos entender o que é falsificação: é o ato de copiar ou reproduzir ou adulterar, sem autorização, documentos, produtos ou serviços, de forma a obter vantagem, geralmente econômica. Além do fato de driblar a boa-fé objetiva, a falsificação de produtos implica não pagamento de impostos para conquistar mercado consumidor a outro e protegida por direitos de marcas epatentes. Tal prática é conhecida como pirataria moderna.

Nos dois últimos posts falamos sobre a importância de Estar no Altar espiritual e uma vez isso acontecendo, o chamado para o altar ou átrio arde dentro daqueles que foram escolhidos, pois suas vidas estão no Altar (Deus), sendo assim, não há dúvidas!

Mas!!! Também falamos que há pessoas que tentam enganar o Altar, elas consegue chegarem no Altar físico, copiando, obtendo vantagens dos demais e das situações para chegarem no lugar que elas almejam: lugar de destaque. Elas são fakes, são pessoas que querem servir a Deus, mas não O conhece, e assim, elas tentam dar um jeitinho em tudo para servir a Deus e, ao mesmo tempo servir a si mesmas. Elas não tem paz! Estão atentas a tudo para tirar proveitos, e querem sentirem respeitadas, suas preocupações é de garantir uma responsabilidade de destaque, pois elas sabem que pra chegar a onde querem chegar (funções), para cumprir os seus objetivos pessoais, elas terão que ser capazes de mentir, enganar, capazes de tudo para satisfazer os seus caprichos e assim elas fazem. Essas pessoas pelo incrível que não pareça, elas tem o desejo de servir a Deus sim, só que, o seu ego sufoca esse desejo, daí, vira uma confusão na vida delas.

Muitas pela misericórdia conseguem cair na real e entregar a sua vida no Altar (Deus), mas depois de muitas cabeçadas... mas outras, chegam nas funções (altar e átrio), e preferem continuarem fakes e aí? chega um tempo que elas se revelam e são envergonhadas.

Quando estamos no Altar (centro da vontade de Deus), não há ansiedades! Por isso, se o seu objetivo é o mesmo de Deus, não vai ser as situações ao seu redor, os acontecimentos com os demais que vai tirar você do Altar. Servir a Deus é a maior riqueza, pois você não precisa provar pra ninguém quem você é, simplesmente você é e ponto! As vezes você tem que perder pra ganhar, quero dizer, perder para o homem, para não perder o seu bem Maior (Salvação). 

Se acontecer de ter uma posição de destaque, não será por interesses pessoais e sim, pela misericórdia de Deus, pois Ele quer usar você nela e a glória será pra Ele, mas lembre-se, ela não será sua! Um dia você pode estar liderando outros servos e em outro dia, está limpando o chão, ou simplesmente auxiliando e é aí que realmente você vai ver se suas atitudes são fakes ou são de verdadeiras(os) servas(os) de Deus... cuidado para não se enganar! Cuidado! Não queira servir a dois senhores...

Continua no dia 10