segunda-feira, 5 de maio de 2014

Geração do Altar part.2

Como acontece o chamado das funções?

Depois da entrega da sua vida no Altar, assim como falamos no primeiro post, vem o chamado das funções. Há várias funções para os novos(as) servos(as) de Deus, imagine se todos fossem pastores e esposa de pastor? Como seria isso? Você pode imagina, né? Bem difícil! Por isso, a obra de Deus é perfeita! Ainda que sabemos que o homem é falho, mas o que nos faz permanecer nela é a nossa vida no Altar (no centro da vontade de Deus), sendo assim, Deus tem o livre acesso de usar a onde Ele quiser, você pode passar por muitas coisas, problemas, lutas, injustiças e etc, mas uma vez estando servindo no Altar, estamos no lugar mais Seguro do Mundo!

E uma vez no lugar mais seguro do mundo, não há dúvida com relação ao chamado tanto para com o Altar ou o Átrio, há definição, ser serva(o) e nada mais, passe o que passar... mas quando há dúvidas, há indecisões, e é aí que mora o grande perigo!

Nós temos vistos muitas pessoas fazendo a obra de Deus como pastor, esposa e obreiro(a), mas que não deixaram suas vontades pra trás, na verdade, deixaram por um tempo e depois pegaram de volta, começaram a pensar em si e saíram do Altar Espiritual (Deus), mesmo permanecendo no altar físico (funções). Qual tem sido seus frutos e como tem sido o fim de muitos deles? Eles gerarão ou geram filhos carnais com desejos pessoais e por final, tem perdido a salvação da alma!

Altar e Átrio são funções Santas! Ambos são importante na obra de Deus, uma vez você sendo chamada(o) para estas funções é preciso primeiramente ser nascidos(as) de Deus, para exercer, quem tem desejos pessoais, ainda que sabendo que essas funções são santa, prefere tentar enganar o Altar pois sabe que poderá ter uma posição de destaque, mas, quando esse Chamado vem de Deus, arde dentro de você, tudo o que você faz tem os mesmos objetivo de Deus: SALVAR!

Se é no Átrio a pessoa pensa ser o melhor profissional, o melhor na faculdade, o melhor em sua família, o melhor Servo na sua igreja pois sua intenção é de Salvar, ela não tem prazer em ser igual a este mundo e nem tem inveja das pessoas deste mundo. Ela vive em função de salvar em todas atividades que ela faz, e assim também é no Altar, podem colocar ela em qualquer lugar, grande, pequeno, no meio do nada, um dia tem tudo, outro dia tem nada, mas isso não faz a diferença na vida dela, porque o seu objetivo é salvar.

Mas quando não há entrega no Altar (Deus), não há novo nascimento, o querer em servir nas funções Altar e Átrio é objetivos pessoais, como por exemplo: Ela quer ser obreira a todo custo porque gosta de um auxiliar de pastor e sabe, que para poder estar com ele tem que ser obreira... ela passa uma guerra na casa dela, e vê as esposas de pastores e pastores felizes servindo a Deus e pensa que é uma vida de contos de fadas, ela quer isso pra ela também... pessoas entram como pastor e esposas a principio disponível a salvar, mas por ver ao passar do tempo outros errando, ou se beneficiando da suas autoridades, deixam o objetivo de salvar para querer também algo para si e assim vai... e o final deles? muitos deles deixa de servir a Deus ou nunca foi este objetivo, tentam enganar o Altar por algum tempo, mas não conseguem, e se não há arrependimento, chega um ponto que eles são revelados e envergonhados, e muitos deles perdem até a Salvação. Quantos que você conhecem que um dia estavam nessas funções, que supostamente arrebentavam, mas seus objetivos eram pessoais e hoje já não estão mais? Muitos hoje até voltaram para o mundo.

Por isso, mais uma vez repito! É impossível enganar o Altar! Não será eu, o pastor da sua igreja e ninguém que poderá dizer pra você qual é o seu chamado para a função, quem vai confirmar o seu chamado é o Altar Espiritual (Deus) e não haverá dúvidas.

A pessoa que não é nascida de Deus não tem estrutura espiritual para servir no Altar e nem no Átrio, não suportará o fogo da obra de Deus. Quando passe pelos desertos e dificuldades terá vontade de desistir e deixar tudo atrás. Se você tem o desejo mas ainda não teve um encontro real com Deus, então mãos a obra, comece primeiro entregando sua vida no Altar Espiritual, deixando tudo que não agrada a Deus e, se disponha para Ele sem objetivos pessoais.

Continua dia 8...