domingo, 25 de dezembro de 2011

15 Dia - dos meus 21 dias


”Bem aventurado os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia.” ( Mateus 5:7 )

A misericórdia que será alcançada pelos misericordiosos, não é necessariamente a misericórdia que os outros demonstram para conosco em retribuição àquela que estendemos a eles. Com freqüência, as “ternas misericórdias” dos outros são na verdade “cruéis”.

Deus tem misericórdia de nós na mesma medida em que revelamos misericórdia ao nosso próximo. Esse é o mesmo princípio do perdão: Deus nos perdoa os erros assim como nós perdoamos os erros dos nossos semelhantes ( Mateus 6:12 ).

Ser misericordioso é condição que decorre do novo nascimento, onde o justificado passa a ser semelhante a Cristo. Tal semelhança não se manifesta na conduta, mas decorre da nova natureza.