terça-feira, 23 de novembro de 2010

Oh!!! Como eu amo à Deus!


Hoje em dia é muito normal escutar de muitos que amam à Deus. Não precisa nem ir na igreja, nem ser cristão, qualquer pessoa pode falar e até te convencer sobre isso. Mas o que é melhor... falar ou atos (provar)?

Sentir amor é muito fácil, você simplesmente fala da boca pra fora, não doe nadinha sentir o amor e, o amor por Deus.  Esse amor sentindo tem estado na boca de muitos tanto daqueles que não estão na igreja exemplos: Eu amo minha esposa, mas eu não consigo deixar a amante… Eu amo minha família… mas não posso deixar o vicio… Eu amo à Deus… mas não preciso fazer tanto sacrifício e etc. E daqueles que estão na igreja exemplos: Eu amo à Deus, mas não posso deixar o meu namorado do mundo… Eu amo à Deus, mas não posso ficar na escolinha nos domingo… Eu amo à Deus, mas preciso ter tempo pra mim… Eu amo à Deus, mas servir a Deus no altar não precisa fazer tudo isso, pois já estou no altar e etc.

Pois é o que Deus tem esperado de nós é um amor por Ele com atos. Quando você passa somente sentir o amor por Deus, você deixa de sacrificar suas vontades, se torna uma religiosa insuportável, uma pessoas que só tem nome de que vivi. Fica mais cômodo, mas fácil para a alma, pois temos aprendido que a alma vive de emoções, ela quer tranquilidade, ela quer está relaxada, se sentir bem… é bem diferente da fé e do Espirito.

Deus tem nós olhado, e visto todas as vezes que falamos para as pessoas que amamos a Ele, que queremos servi-Lo, que queremos agrada-Lo, que Ele é tudo para nós, que Ele é a razão do nosso viver e etc, etc, etc (muitas palavras bonitas não é?!)... Mas Ele também tem esperado essa declaração de amor com os nossos atos. E  é naqueles momentos mais insignificantes (diante aos olhos humano) que ninguém está vendo. É lá no seu trabalho que você diz que ama, mas da um péssimo testemunho diante dos incrédulos... é quando você vai para escola e tira a sua capa de cristão e se torna iguais aos seus amigos e até nega o seu Deus... é quando você chega na igreja e vê que a igreja não está limpa, ou tem uma jovem ali sentada sozinha, precisando de ajuda e você passa por ela e nem olha, você vê que precisa limpar, mas você acha que pelo fato que você chegou naquela hora do seu trabalho, você precisa descasar ou sentar com sua amiga para saber as fofocas do dia... é quando uma pessoa te decepciona e, você ao invés de fazer diferente(provar que você é de Deus), você até perdoa, mas não quer ver ela nem pintada de ouro na sua frente... é quando você está em uma igreja bem longe, que não tem muitas pessoas, que não tem povo como a igreja anterior que você passou e, você acha que é injustiça e fica desanimada e se lamentando, o porque você está ali. Essas são algumas situações que Deus tem esperado o nosso amor com atos.

Cuidado com o sentir o amor... pois ele só te engana, te faz ter a sensação relaxante, emocionante, que te faz sentir várias coisas quando você ora, canta e fala palavras lindas e, cheia de emoção tudo levado pelo sentir, isso se torna um vicio, você sempre estará em busca de coisas diferentes em sua vida espiritual para você sentir, vai chegar um tempo que você vai desanimar porque esse amor não é real... mas amar com atos faz você sacrificar, é duro, muitas vezes você precisa deixar de fazer a sua vontade para provar que O ama, você precisa ser quebrada, tem lutas (é como em um casamento, se você tem o pensamento de casar para você ser feliz, você está redondamente enganada, você casa para fazer a outra pessoa feliz e vise-versa, e isso requer um sacrificio - uma prova de que você ama) e, saiba que a recompensa é certa, o seu amor com atos faz com que Deus te coloque no colo Dele e te faz um vencedor, te faz abençoada e é um relacionamento verdadeiro, sem emoção e que nada e ninguém poderá separar desse amor que você conquistou e tem conquistado com atos.