sábado, 22 de janeiro de 2011

Não se Canse de Semear!


Um novo dia nasce em nossa vida. É dia de semear, de lançar boas sementes. Só colhe bons frutos quem lança boas sementes. O sonho de cada pessoa é colher felicidade. Ninguém nasce para ser infeliz. Sonhamos todos com uma colheita farta de felicidade. Mas, para colher, é preciso primeiro plantar. Acontece, porém, que nos esquecemos de semear ou nos cansamos de semear. E depois nos surpreendemos quando a colheita boa não vem. Como colher se não semeamos. Ô apóstolo Paulo sugere: "Não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não desfalecermos" (Gálatas 6.9).

Às vezes vejo pessoas cansadas de semear o bem:

Já investi tanto naquela pessoa. Não adiantou. Não tive retorno. Agora desisto!

Já estou cansado de fazer. Nada muda. Ninguém reconhece o meu esforço. Vou parar com isto!

Já estou cansado de me colocar a disposição. São sempre os mesmos a fazerem tudo. Os outros não fazem nada.

Sim, estou cansado de servir, de amar, de fazer o bem.

Não podemos cansar.. Porque Ele insiste: Não desanime! Não desfaleça! A seu tempo colherás! Aprendamos, portanto, da paciência e da perseverança do agricultor. Ele sabe que, para colher, é necessário plantar, custe o que custar. Ás vezes ele planta e a chuva não é suficiente para uma boa colheita. Às vezes ele semeia, mas vem a tempestade e carrega para longe a semente. Às vezes ele planta, mas vêm os insetos e acabam com a lavoura. Nem por isso ele deixa de plantar. É persistente porque sabe que, a seu tempo, a colheita virá.

Como posso colher amizade, se me cansei de querer bem as outras pessoas?

Como posso colher paz se já me cansei de perdoar?

Como posso colher amor se já não quero mais servir?

Como posso colher felicidade se já não me empenho pela felicidade dos outros?

Como posso colher bênção se vivo reclamando da vida?

Os grandes feitos são conseguidos não pela força, mas pela perseverança.