terça-feira, 21 de junho de 2011

Onde está o Amor ao Próximo?

Texto escrito no dia 26 de Janeiro de 2011


Recebi essa mensagen por email pela Vanessa Rodrigues na quinta-feira passada, logo depois que eu tinha clamado e chorado na presença de Deus. Sabe aquele dia, que ninguém sabe o que está passando dentro de você? só você sabê a luta que está tendo dentro de você? que sua vontande é só de falar com Deus e ficar sozinha... bem sozinha!

Que você se ver em uma situação, que você precisa ir para o deserto, longe de tudo... pois é, eu estava assim... confesso, que eu olhava ao meu redor e via coisas que precisava fazer, que não poderia deixar de fazer. Mas, eu precisava muito ficar sozinha, eu precisava parar, dá um tempo pra mim! e, ao mesmo tempo lá no fundo uma voz suave me dizia que não seria dessa forma que resolveria o meu problema. Eu estava impaciênte com aquela situação. E por várias vezes eu repetia Meu Senhor me ajuudee!

Foi quando eu resolvi abri o meu email e no meio de muitos, Deus fez eu abrir o email da Vanessa e comecei a ler. Confesso que li em lágrimas, eu me vi como uma criança no colo de seu paizinho... O meu Deus me abraçou tão forte e falou tão doce comigo... Deus falou comigo que até nesse momento, temos que ser servos, de considerar o sofrimento das pessoas mais importante do que os nossos. Essa mensagem falou forte comigo, pois há momentos que por mais que estamos sempre na fé lutando, vem situações que querem te envolver de alguma forma nas lutas e nos problemas, que querem desviar o seu foco, te deixar triste, e impedir de você servir a Deus, mas.... Não Temas! Quando você está nos pes Dele, Ele usa uma pessoa que você nem conhece para tirar dessa situação e, para Ele seguir fazendo a obra em Você.

Por mais que queremos agradar a Deus, está sempre na fé e servi-Lo com todo amor e dedicação, ainda sim, seremos provadas (se realmente a nossa vida está em servi-Lo) as nossas palavras são provadas e, em situações que não imaginamos... é dificil, mas a recompesa de quem persevera é o Reino de Deus e, por mais que doa, crucifica a carne e as nossas vontades, quero está sempre disposta a pagar o preço. O meu Tesouro Maior não está nesse mundo e não quero perde-lo.

Email:

“Jesus, ouvindo isto, retirou-se dali num barco, para um lugar deserto, à parte; sabendo-o as multidões, vieram das cidades seguindo-o por terra.” (Mt 14: 13).

Nesta ocasião citada no versículo acima, os discípulos haviam acabado de trazer a notícia da morte de João Batista. O  Sr. Jesus após ouvir o relato, preferiu retirar-se e ir para um lugar deserto.

Provavelmente Ele ficara triste e preferiu ficar sozinho. Mas... as pessoas o seguiram e quando Ele viu tamanha multidão, teve compaixão (pois eram como ovelhas que não tem pastor), curou, ensinou e ainda os alimentou (Mt 14:14-20). Vejo nessa passagem que o Sr. Jesus poderia ter dispensado toda aquela gente para ficar sozinho, mas não o fez. Ele mesmo sofrendo considerou o sofrimento delas mais importante que o Seu.

Quantas vezes você se abate por conta de um problema e se esquece do seu próximo. Fica tão concentrado no trabalho e às vezes um amigo do seu lado está enfrentando problemas ou até uma depressão e você não percebe. Antigamente, você não faltava por nada em uma evangelização e hoje uma simples dor de cabeça já é suficiente para você não se importar com o próximo. Você vê um companheiro de obra diferente e ao invés de procurar estender a sua mão para ajudar, você usa a sua boca para julgar. Ele provavelmente tem enfrentado lutas, problemas e não está bem. Mas você não consegue enxergar isso, porque considera o seu problema mais importante. Lembre-se: Quem enxuga lágrimas alheias não tem tempo de chorar!

“...de graça recebestes, de graça dai.” (Mt 10:8).