segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

5º dia Retrospectiva dos Heróis da Fé – José


José era leal, bom e bem educado, fiel ao seu pai Jacó, que o amava mais do que os outros filhos, o filho de  Raquel teve uma infância muito conturbada, viveu entre muita disputa entra sua mãe e sua tia, e isso se estendeu para os filhos, que cresceram em meio a muita disputa pela a atenção de Jacó.

José era o preferido o mais amado pois era o filho da velhice de Jacó com a esposa mais amada, ele era o que estava mais perto do seu pai que naquele momento podia dar mais atenção e carinho pois ele nasceu em uma fase diferente da vida do seu pai.

Seus irmão vendo a preferencia ficarão indignados, revoltados, com ódio a ponto de planejarem a morte do próprio irmão.

Foi vendido, maltratado, tornou- se escravo e trabalhou com toda sua força e se apegou a Deus com todo seu coração; pois o Senhor tinha um plano para vida dele e como tudo coopera para o bem daqueles que amam a Ele, Deus o fez um dos homens mais importantes de seu tempo do qual dependeu a humanidade naqueles dias.

Mas José sofreu um trauma muito grande causado por seus irmãos que por muito pouco não tirarão a vida dele por ciúmes e inveja.

Ele teve que perdoar aos seus irmãos e não pense que isso foi fácil para ele, que em vários momentos colocou os irmãos em um teste para saber se eles tinham se arrependido do que fizeram a ele.

Foi áspero com os irmãos desde o primeiro encontro; a ferida causada pela magoa surgiu no encontro com os irmãos; trouxe todos aqueles sentimentos adormecidos pelo tempo, mas que pronto aparecerão quando estavam frente a frente.

José precisou de tempo e de maneiras estratégicas forjou alguns acontecimentos envolvendo os irmãos com uma única finalidade; ele estar pronto para perdoar;  não era estranhos que ele perdoaria e sim seus próprios irmãos.

Ele teve que resolver perdoar e se reconciliar com seus irmãos, preferiu amar  os que um dia lhe maltratarão e estendeu a mão aos seus familiares, perdoou como perdoou a outros que o perseguirão e lhe fizeram mal.

Se você teve ou tem conflitos com a sua família, e carrega sentimentos de culpa ou de ódio e não fala com eles, os evita ou até mesmo já chegou a desejar o mal por ter recebido o mal da parte dele; saiba que esse sentimento não vai te ajudar ele vai te fazer uma pessoa amarga.

Quantas pessoas que são perseguidas caluniadas, por causa de uma inveja? eu mesma já sofri muito por causa disso; mas escolhi não olhar para as pessoas e sim focar meu alvo no o Senhor Jesus e na minha salvação.

José foi um herói da fé; mas antes disso foi escravo, foi preso injustamente, o caluniarão e tentarão tirar a vida dele, ele tinha muitos motivos para se vingar e abandonar a sua fé em Deus, mas ele não o fez.

Não pense que estarás protegido evitando essas pessoas que te fizeram mal; até mesmo porque a magoa sempre vai estar ai, a única saída é o perdão; você somente estará protegido quando estiver nas mãos de Deus; José entendeu isso e viu que tudo que ele passou de ruim causado por seus irmãos, somente contribuiu para que a gloria de Deus se manifestasse na vida dele.

Perdoar não é um sentimento e sim uma escolha; o perdão oferecemos a quem não os merece; O primeiro a perdoar é o mais forte e, o que esquece é feliz.

Tomem cuidado. "Se o seu irmão pecar, repreenda-o e, se ele se arrepender, perdoe-lhe. Lucas 17:3.

Fabiane Cunha