terça-feira, 26 de junho de 2012

O que você vê é o que você será!



Em verdade, em verdade vos digo: se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas, se morrer, produz muito fruto (João 12:24).

Produz muito fruto… o trigo brota, e sobe sobre o solo, e aparece a lâmina, depois a espia, e produz assim muitos milhos ou grãos de trigo. O que o Senhor Jesus diz neste versículo se refere a Ele mesmo, e a sua morte, e os frutos que veem Dele. O Senhor Jesus se compara a um grão de trigo, pois o trigo é conhecido pela sua excelência acima de todo outro grão.

Só semeia quem tem sonhos, quem tem visão! O senhor Jesus semeou a sua própria vida, para realizar o sonho de Deus, Ele decidiu SACRIFICAR a sua única vida (morrer), para salvar a muitos, a Visão Dele não era restrita em sua vida aqui neste mundo e, Ele sabia que se Ele entregasse a sua vida, Ele podia mudar hoje a história de Muitos... Ele renunciou a sua vontade, o seu querer, para protagonizar a história de Deus... E tudo isso começou pela VISÃO.

A história que Deus quer realizar em nossa vida é muito maior que possamos imaginar, mas para que ela se realize, precisamos anular a nossa visão pequena e estruturada pelo que vemos e deixar que a fé, a certeza e confiança nas promessas de Deus, aumente a nossa visão.

O que você vê, você pode realizar, é a visão que capacita a você a realizar o impossível!

Por isso que Deus chamou Abraão para contar as estrelas, para ele deixar de ter a visão restrita dentro da tenda e, ver o que Deus já tinha preparado para ele.

Você quer que a história de Deus se realize em sua vida neste propósito? Então, comece eliminando a visão restrita deste mundo com relação a você!

Para  sermos uma semente que gere muitos frutos, sermos o próprio sacrifício como Jesus (perfeito), a nossa visão precisa expandir! Assim como hoje Abraão e o Senhor Jesus, nos inspira... a nossa visão uma vez sendo ampliada pelas promessas de Deus, vai inspirar outras pessoas (produzir muitos frutos).

Eu estou nesta fé, começando hoje a fazer o que Deus me pediu.