sábado, 17 de abril de 2010

Recente experiência na Obra - Final


Quando sai daquela cidade… diante dos homens, meu esposo e eu perdemos, mais eu não conseguia ver dessa maneira, porque só eu sabia o que estava passando, e como era tão grave o risco que estava colocando a minha salvação.

Voltei para Houston, mais com um propósito no meu coração de começar tudo de novo. Lembro que foi difícil para mim, precisei ter que agüentar piadinhas, desprezos (mais o diabo sabe como fazer para nos parar… ele não precisa que saiamos da obra, ele só preciso fazer que o nosso coração fique triste, sujo, chateado, e assim, ele pode fazer a festa na nossa vida ganhando tempo, e também amarra o nosso trabalho de ganhar almas). Mais de uma coisa eu sabia, Deus estava cuidando de mim, isso nada e ninguém conseguiu tirar essa certeza de mim. Na mesma semana meu esposo foi trabalhar com jovens, novo desafio, foi uma benção.

Tudo era novo, e estávamos servindo a Deus. Mais sempre vinha na minha mente o que eu tinha passado antes. Eu ainda não conseguia ver os meus companheiros com os bons olhos, eu precisava vencer isso, eu precisava fazer algo.

Passou algumas semanas e foi marcado uma reunião com as jovens de Houston. Claro que não podia perde. Eu ainda não entendia muito inglês… mais tudo que beneficiava a minha vida espiritual, lá eu estava. Deus faz tudo certinho, a reunião para mim foi uma benção, consegui entender muitas coisas e uma delas foi sobre o Sisterhood. Era tudo que precisava, eu não me importei se eu era esposa, eu decidi entrar, eu fiz minha aplicação… eu queria muito entrar. Fiz todos os testes foi um mês trabalhoso, mais marcante… eu passei.

Minha primeira tarefa pessoal quando recebi, eu li várias vezes o mesmo email, eu não estava acreditando rsrs. Para mim era o mais difícil, ter que voltar a situação que eu vivi antes, quando li eu fiquei com um frio na barriga, mais também, era Deus querendo que eu resolvesse isso como Ele queria, e então comecei.

Eu consegui finalmente ligar para minha companheira, ela estava precisando porque sua mãe não estava bem, esse foi o motivo que liguei para ela. Mais depois tive que mudar de conversa para ela não desligar… foi estranho, mais não sei como consegui arrumar tanto assunto, para poder falar com ela (creio que ela não entendeu nada), mais quando desliguei, huahua… foi um alivio, eu consegui falar com ela, e até rir, nunca mais tínhamos feito isso. Eu acho que ela se assuntou comigo, depois daquela chamada, eu envie cartão, emails, mais ligações, entramos em um propósito pela sua mãe. Eu não estava acreditando que eu tinha conseguido.

Hoje do fundo do meu coração, eu posso dizer que valeu a pena. Eu e meu esposo não tenho mais esses olhos para os nossos companheiros. Já nos encontramos algumas vezes, e não temos nada contra a outra. Eu precisei decidir, a mudar essa situação, a quebrar esse orgulho com a ajuda da minha Big Sister.
É dessa atitude que Deus se agrada, não importa a posição que você esteja, tenha bom olhos, tenha respeito, tenha temor, talvez sua companheira esteja tendo atitudes que não convém,(mais lembre-se todas nós temos falhas, temos que aprender amar umas as outras).

Não deixe que isso aconteça com você… se isso está acontecendo, começa trabalhar agora, porque o diabo não está preocupado se continuamos servindo, mais como estamos servindo. Não adianta fazer, temos que ser, e permanecer com os bons olhos que começamos no inicio.