terça-feira, 8 de setembro de 2009

Não Adianta Remendar!


Um dia, precisei pegar um objeto no armário de uma amiga e PAF! Uma caneca de porcelana escorregou e despencou, estatelando-se ruidosamente no chão. Além do barulho desagradável, chamando a atenção dos demais colegas, os caquinhos se espalharam pelo chão. Envergonhada, tratei de tirar o que buscava do armário, fechar a porta rapidamente e recolher os caquinhos, um a um. Sabia que não conseguiria, mas o instinto de “consertar” em mim é muito forte, e, mesmo assim, tentei. Comprei cola e pacientemente juntei o quebra-cabeça formado pelas muitas peças quebradas. As primeiras encaixaram bem, tornando a emenda quase invisível, mas aos poucos descobri que havia peças miúdas que não foram recuperadas, e os buracos começaram a aparecer. O resultado deixou muito a desejar. Olhava desanimada para a caneca, e então ficou claro na minha cabeça: por mais que você tente remendar sua vida, não conseguirá restaurar a obra original. Sempre faltarão cacos, largados por aí nos desastres da vida. E o Espírito Santo me falou: “Somente Deus faz novas todas as coisas!” . Eu teria de pagar uma caneca nova para o minha amiga, certamente. Assim também o Senhor Jesus pagou na cruz o preço pela nossa vida estragada pelo pecado. Para que pudéssemos ter a “nova vida”, Jesus sacrificou a sua em nosso favor. Minha amiga não fez questão da restituição e isentou-me da dívida. A graciosidade dela me fez pensar em como Deus é também gracioso, perdoando-nos a nossa dívida. Deixo uma pergunta: você ainda está tentando juntar os cacos e remendar tudo sozinho? É um trabalho impossível de ser realizado. Entregue toda a sua vida nas mãos de Deus, o Oleiro, Ele faz novas todas as coisas.