segunda-feira, 31 de maio de 2010

EU ACORDEI



Entrei na igreja muito nova com 9 anos de idade e desde de então foi nascendo em mim o desejo de servir a Deus no altar, com 12 anos era obreira e casei com 21 é demorou um pouquinho , mais eu sempre tive no meu coração a certeza que o homem de Deus que eu namoraria seria o meu esposo, casamos e ficamos no Brasil 2 anos aproximadamente e, formos enviados para outro país, fomos de coração aberto… mais aberto mesmo, logo que meu esposo aprendeu a falar ( castelhano) formos para uma província, o trabalho estava desenvolvendo e vinham pessoas de uma província vizinha, elas pediam igreja lá e como não tinha pastores para que fossem enviados, meu esposo começou a fazer núcleo todos os sábados nessa província, o trabalho foi crescendo a tal ponto que foi aberto igreja , essa Província esta a 3.826 metros acima do nível do mar, enquanto meu esposo fazia o núcleo lá, eu nunca tinha ido devido ao Soroche ( mal de altura) que pode dar em algumas pessoas, mas quando se abriu a igreja não tinha como né, eu tinha que ir fui com todo amor, expectativa, povo novo, lugar novo e ate idioma novo também , lá eles usam dois idiomas o castelhano e o quechua.

Estávamos tão felizes, mais meu organismo não se adaptou, comecei a passar mal, muito mal, sentia muita tontura,falta de ar, dor de cabeça muito forte , sangrava meu nariz e ao mesmo tempo saia liquido branco, vômitos . Eu fui agüentando, meu esposo via, mas eu não reclamava, agüentava e dentro de mim falava : “meu organismo vai se adaptar” só que passaram 3 meses e nada eu continuava sentindo as mesmas coisas ao ponto de um dia eu estava descendo para ir na cozinha , meu nariz começou a sangrar e desmaie, cair rolando na escada (detalhe a casa era de 3 pisos) acordei e vi que eu estava lá embaixo, enfim para resumir fui para a capital do país buscar algum tratamento para que meu organismo se adaptasse e, meu esposo continuou lá, para minha surpresa foi diagnosticado um tumor do lado esquerdo do cérebro… sim um tumor, me assustei e passou pela minha cabeça tudo o que eu tinha feito desde que me entendo por gente, buscando um motivo para estar com esse tumor, por mais que o medico falava, não se assuste esta no inicio tem tratamento, mais eu pensava : Porque? Porque? Porque comigo? O que eu fiz? enfim comecei o tratamento longo, muito longo , a causa da aparição do tumor era simplesmente FALTA DE OXIGENIO no cérebro ( estranho né, como o organismo reage a certas situações).

Ate esse momento eu pensava ou melhor , achava que Deus tinha a “obrigação”de me guardar e me livrar de qualquer enfermidade, isso me serviu para vê que Deus não tem obrigação de nada para conosco e que o nosso corpo é carne e estar sujeito a debilitasse, enfim continuando…

Meu esposo teve que sair de lá, eu não podia voltar pra lá, comecei a me sentir um peso no ministério dele, me sentia culpada, me sentia sozinha, estávamos em num lugar que estava desenvolvendo, almas estavam sendo ganhas para o Senhor Jesus, estávamos felizes.

Fiquei 3 anos em tratamento, mais porque fiquei 3 anos? porque sabia que ficaria curada, afinal o medico tinha falado que com os medicamentos eu ficaria curada porque o tumor estava no inicio, me acomodei, sim me acomodei fui fazendo o tratamento e nada, toda vez que fazia novas ressonâncias magnéticas… lá estava o “tumor” não estava tendo resultado até que despertei por fim eu acordei, como ficar fazendo tratamento, tomando medicamentos fortes, sendo que servia a um Deus do impossível, do sobrenatural? como por minhas mãos na cabeça de uma pessoa e determinar a cura dela se eu estava doente? como orientar uma pessoa a crer, a usar a Fé se eu não estava usando minha Fé? Até quando eu ficaria aceitando aquele tumor? ou eu creia no que pregava ou não creia ! me indignei, estava cansada de tanto medicamentos, de comentários…e meu esposo, tendo que orientar as pessoas a usarem a Fé, orando por elas para serem curadas e tendo uma enferma dentro de casa.

Não, não, não, era inaceitável o que eu estava vivendo, ACORDEI ! veio a Fogueira Santa de Israel eu não tinha nada para vender, não tinha roupas, nao tinha nada de valor , mais eu tinha uma coisa, a 1 ano eu estava guardando do que sobrava para poder ir ver meus pais no Brasil, já tinha o valor da passagem, no momento da oração , antes de dar o envelope da campanha para o povo, Deus falou bem claro comigo assim: Quer ser curada? Presta atenção na oração do seu marido! Não depende dele, depende de você, quer ser curada? SACRIFICA , sacrifica a passagem para o Brasil.
Eu disse: Sim, Senhor!

Durante esses dias da campanha eu fiz uma bateria de exames, entreguei meu sacrifício no domingo, com uma dor no coração, aquilo era o meu tudo, eu estava a 4 anos sem ver meus pais e eles me cobrando, mas era o que Deus esperava de mim que eu acordasse e escutasse a voz Dele. Então, entreguei no domingo e, na quarta feira eu tinha consulta com o medico, na quarta mesmo eu ia retirar os exames que tinha feito, chegando lá as meninas da clinica, não encontravam meus exames, tiveram que imprimirmos de novo e levar pro medico assinar, na hora não me dei conta, só depois do que ouvir do medico que pude ver que foi as mãos de Deus que fizeram com que os exames não tivessem lá e fossem imprimidos de novo.

O que eu escutei do medico?

Você não tem nada, esta curada, o tumor desapareceu, seus hormônios estão normais, você é uma pessoa saudável!!!
Que alegria! minha felicidade foi tanta , ate o medico ficou feliz.
Muitas vezes , nos vemos em situações difíceis e, muitas das vezes nos acomodamos e deixamos de usar a Fé, e vamos vivendo empurrando com a barriga, mais como pregar uma coisa e viver outra? Como falar que Deus cura, liberta, transforma e, viver doente e tal, foi uma experiência muito difícil pra mim, me vê doente , me sentia culpada, sozinha, meus pais nunca souberam de nada não contei pra eles, mais quando acordei, ouvir a voz de Deus , ELE me atendeu e a cada dia tem abençoado o nosso ministério.
A Fogueira Santa não é somente para povo e sim para nós também, temos que viver o que pregamos!

Deus abençoe

Vera de Lima

domingo, 30 de maio de 2010

Reflita



Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio.Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram juntar-se em grupos, assim se agasalhavam e se protegiam mutuamente, mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos, justamente os que ofereciam mais calor.

Por isso, decidiram afastar-se uns dos outros e começaram de novo a morrer congelados. Então, precisaram fazer uma escolha: ou desapareciam da Terra ou aceitavam os espinhos dos companheiros. Com sabedoria, decidiram voltar a ficar juntos. Aprenderam, assim, a conviver com as pequenas feridas que a relação com uma pessoa muito próxima podia causar, já que o mais importante era o calor do outro. E, assim, sobreviveram.

Moral da História

O melhor relacionamento não é aquele que une pessoas perfeitas, mas aquele onde cada um aprende a conviver com os defeitos do outro, e admirar suas qualidades.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Meu pedido, sacrifício e resposta sentimental



O ano de 2005, abracei a proposta de fé da Campanha de Israel por um sonho: minha vida sentimental. Eu nunca tinha feito um pedido sentimental a Deus antes, esse seria o primeiro, e na minha visão, já estava na hora. Eu estava a quase 3 anos como obreira e com 18 anos, e o desejo de servir no altar já estava bem definido dentro de mim.

Eu me lembro de como gerei meu sacrifício, acompanhada de uma obreira, que diariamente saia na rua comigo vendendo churrasquinho doce, foi uma guerra, mas demos nossa vida e, espiritualmente também sacrificamos em jejuns e orações, evangelizando e, na fé também no grupo jovem.

A campanha era no dia dez de Julho, domingo, e no sábado à tarde, estávamos muito felizes, pois já estávamos com o voto completo, e com a certeza da resposta, quando fomos pegas de surpresa....

Lembro que subimos a sala do grupo jovem, e uma obreira nos falou que queria vender seu cabelo, que era lindo, cachos longos, bem pretinhos. Ela perguntou a mim e a obreira que me acompanhava nas vendas se sabíamos aonde tinha um salão, e ficamos conversando a esse respeito. Lembro que ela falou: Vocês tem fé obreiras? Vamos lá comigo! Vendam o de vocês também! Eu sem pensar duas vezes respondi: o meu cabelo, não!!!! Lembro que quando dei o assunto por encerrado virando as costas pra descer da sala, a obreira disse: Obreira, Deus quer o seu cabelo!

Nossa aquilo foi um choque pra mim! Desci pra sala das obreiras, e eu pude ouvir nitidamente Deus me dizer: Vai, sacrifica o cabelo! E eu decidi obedecer: só se for agora, porque a fé é como um raio.

E aí fomos, a noite cheguei chorando na IURD, com o cabelo igual de homem. Doeu muito. Dói até quando eu lembro, rsrsrs. Mas a resposta foi tão imediata, que eu mesma não acreditava. Na terça-feira, dois dias após eu subir no altar com meu sacrifício, conheci meu esposo. Ele estava como pastor no interior do estado e viajou a capital pra levar os pedidos do povo. Ele até hoje diz que me conheceu na minha pior
aparência, rsrsrs (a foto à esquerda já tinham seis meses que havia sacrificado, já estava melhorzinho,rsrsrs).

Deus honrou a minha fé. Porque eu ouvi e obedeci a Sua Voz. Meu esposo e meu casamento são frutos da minha fé no altar.

Feliz e com novos sonhos, na fé do Sinai

Roberta Kelly

ANTIBIÓTICO ESPIRITUAL



VOCÊ SABE PARA QUÊ SERVE O ANTIBIÓTICO? POIS É, SERVE PARA MATAR A BACTÉRIA QUE CAUSA INFLAMAÇÕES EM NOSSO CORPO, QUEM JÁ TOMOU OU COMPROU PARA DAR PARA SEU FILHO (A) (EU TENHO UMA FILHA SEI COMO É RSSS)SABE QUE TEMOS QUE TOMAR OU DAR DE 8 EM 8 HORAS
E QUE SE NÃO TIVERMOS OS CUIDADOS DEVIDOS DURANTE ESSE INTERVALO, COMO: NÃO PEGAR FRIO, NÃO BEBER NADA GELADO, SE AGASALHAR BEM, DE NADA ADIANTA TOMAR O REMÉDIO NÃO É VERDADE?

ASSIM TAMBÉM É COM NOSSA VIDA ESPIRITUAL, SABEMOS QUE NOSSO “ANTIBIÓTICO” ESPIRITUAL É A PALAVRA DE DEUS, O JEJUM E A ORAÇÃO, MAS SE NÃO TIVERMOS A VIGILÂNCIA E OS CUIDADOS NECESSÁRIOS QUE VÃO ALÉM DE SÓ ORAR, JEJUAR E LER A BIBLIA NUNCA VAMOS CONSEGUIR EXTERMINAR O QUE NOS IMPEDE DE CRESCERMOS ESPIRITUALMENTE. QUAIS SÃO ESSES CUIDADOS?QUEREM SABER?POIS ENTÃO VOU ESCREVER: BONS OLHOS, BONS OLHOS E BONS OLHOS, COM TODOS, MAS PRINCIPALMENTE COM A OBRA DE DEUS E COM OS SEUS SERVOS. NA IGREJA VEMOS MUITAS PESSOAS QUE SE DESTACAM, QUE FAZEM ACONTECER, MAS QUE FALAM PARA NÓS QUE QUEREM CRESCER ESPIRITUALMENTE E É ISSO QUE ESTÁ FALTANDO, FALTA OLHAR COM OS MESMOS OLHOS COM QUE DEUS NOS OLHA, SÓ ASSIM A BACTÉRIA QUE CAUSA INFLAMAÇÕES ESPIRITUAIS (FRAQUEZA, DESÂNIMO, DESUNIÃO NA IGREJA....)VAI SER EXTERMINADA, NÃO ADIANTA VOCÊ SER A PESSOA MAIS QUERIDA E SIMPÁTICA COM OS MEMBROS DA IGREJA SE NÃO TEM BONS OLHOS COM SEUS COMPANHEIROS DA OBRA DE DEUS, POIS ISSO SEMPRE VAI TE IMPEDIR DE CRESCER E DE FAZER A OBRA DE DEUS CRESCER.

TENHA OLHOS PUROS EM RELAÇÃO AOS OBREIROS, AOS PASTORES, AS ESPOSAS, AOS BISPOS, NÃO IMPORTA AS FALHAS QUE AMBOS TENHAM, VOCÊ NÃO TEM FALHAS TAMBÉM? E VOCÊ GOSTA DE SER DESPREZADO OU JULGADO POR CAUSA DELAS?
ENTÃO APARTIR DE HOJE COMECE TUDO DE NOVO, COMECE DO ZERO, ESQUEÇA TUDO QUE PASSOU DE RUIM E JOGUE A DESCONFIANÇA, A INSEGURANÇA E OS OLHOS CRÍTICOS NO INFERNO POIS É LÁ O LUGAR DELES E COMECE A PRESTAR MAIS ATENÇÃO NAS GRANDES QUALIDADES QUE SEUS IRMÃOS NA FÉ TEM E VOCÊ VAI VER QUE DEUS VAI TE USAR MUITO MAIS COMO NUNCA USOU PODE TER CERTEZA E AÍ OS “ANTIBIÓTICOS” QUE ESCREVI NO COMEÇO DA MENSAGEM VÃO FUNCIONAR COM MUITO MAIS FORÇA.

QUE DEUS ABENÇOE
FABIANA DE OLIVEIRA
Uruguaiana-Rio Grande do Sul

terça-feira, 25 de maio de 2010

Aprendendo a perdoar




Eu passei por uma experiência recentemente que me ensinou a perdoar.Eu nunca havia passado por isso dentro da igreja, eu sempre passei por situações assim com pessoas de fora e isso fazia com que perdoar para mim fosse mais fácil pois sabia que essas pessoas não sabiam o que faziam pois nunca haviam experimentado a presença de Deus em suas vidas.Mas quando eu me deparei com esta situação dentro da casa de Deus ,eu confesso que na hora fiquei sem chão.

- Como essa pessoa pode fazer isso comigo? Me enganar , brincar comigo desse jeito?

Não apenas eu fui passada para trás mas outra pessoa também o que fez com que a dor fosse maior.

E aparentemente essa pessoa saiu ilesa , como se nada tivesse acontecido.

Bem eu havia determinado em meu coração que eu iria perdoar, não iria aceitar aquela mágoa por nada dentro de mim, então me propus a orar mas mesmo orando a situação continuava a mesma, então eu resolvi escrever um e-mail pedindo perdão para essa pessoa ( nós não nos vemos com frequência) e o fato da pessoa não me responder fez com que a situação novamente continuasse a mesma.Eu continuava sedenta de vingança , eu queria que ele colhesse o que plantou a todo custo...

Eu pedi para Deus me ajudar e quando eu menos esperei uma voz suave falou dentro de mim : Você precisa ter misericórdia. Sabe era como se meus olhos tivessem se aberto naquele momento.

- Quantas vezes você falhou, me decepcionou e eu nunca desisti de você? Eu sempre te dei uma segunda chance.Novamente ecoou dentro de mim.

É verdade eu pensei. Imediatamente eu comecei a olhar para essa pessoa com um olhar de misericórdia.

Se Deus me perdoou,é comigo mesmo eu sendo uma miserável pecadora porque Ele não vai ter compaixão dessa pessoa?

Foi somente aí que eu realmente aprendi a perdoar.A mesma misericórdia que Deus tem comigo eu resolvi dar para o meu semelhante.Eu seria uma hipócrita em querer a misericórdia de Deus mas não usá-la com o meu próximo.Passado alguns dias eu até esqueci o que essa pessoa me fez , mesmo sendo algo grave para mim.

E é aí que está o problema de muitas pessoas: Quando elas falham recorrem a misericórdia de Deus mas quando alguém pisa no calo delas ...Ah daí clamam para Ele fazer justiça, ficam sedentas de vingança.Dizem: Eu perdoo mas ele vai colher...

Eu aprendi algumas coisas em relação ao perdão com essa experiência:

1. Quem perdoa esquece- Se você não esqueceu é porque ainda não perdoou.

2. A misericórdia é o único caminho para o perdão- lembre-se de todas as vezes que você falhou e se arrependeu depois, de todas as vezes em que Deus te perdoou...

3. O seu desejo por vingança não muda em nada a vida de quem te magoou , você está fazendo mal única e exclusivamente para você mesmo. É como se você pegasse uma faca e desse facadas no próprio corpo tentando atingir a outra pessoa - IMPOSSÍVEL.

4. O fato de você perdoar não significa que essa pessoa não colherá o que plantou. Deus sabe de todas as coisas inclusive a medida certa de justiça a ser aplicada. Não é a sua vontade mas a Dele que vai prevalecer.

Se você tem mágoa de alguém e quer estar bem diante de Deus , perdoar de verdade:

1. Ore por essa pessoa .

2. Peça perdão a ela.

3. Olhe para ela com a mesma misericórdia que Deus olha para você.

4. Esqueça o que ela te fez.


Deus abençõe, Luana Menezes.

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Sisterhood: Minha tarefa de Maio

video
Compartilhando: Novo lugar, novas experiências e claro preparando novas candidatas para o Sisterhood =)

http://www.youtube.com/watch?v=WHZMUYBfSBk

sábado, 22 de maio de 2010

Decidir Fazer Tudo



Não basta entender que é preciso lutar para conquistar, porque, inclusive, há pessoas que lutam muito, porém não conseguem alcançar os seus objetivos. Então, como se deve alcançar a realização?

É preciso DECIDIR FAZER TUDO o que está ao nosso alcance! É pensar, falar e atuar positivamente, sendo que é apenas a partir desse momento que Deus atuará. Enquanto não fizermos tudo o que estiver ao nosso alcance, é impossível acontecer a realização.

DECIDIR FAZER TUDO significa: fazer tudo dentro e fora da igreja! Muitos fazem diante de Deus, mas falta atuar fora; outros fazem tudo fora, porém ignoram a Deus. Por isso, vemos pessoas que estudaram anos a fio, mas não se sentem realizadas e outras que dizem crer em Deus, mas tampouco se sentem realizadas. Porque não basta fazer muito. Para Deus, "é tudo ou nada!"

Fazer TUDO requer esforço, confiança, dedicação, perseverança, ou seja, TODA a nossa vida, uma entrega TOTAL. Por exemplo, Deus só abençoou por completo Abraão quando este se mostrou disposto a sacrificar o seu TUDO. Abraão, quando Deus lhe disse "sai da tua terra.", não só ouviu, como DECIDIU FAZER TUDO conforme Deus havia mandado.

Abraão, apesar de já ter uma idade avançada, tinha a disposição de DECIDIR FAZER TUDO como Deus lhe ordenara.

Deus respeita a decisão da pessoa de fazer tudo ou não. Mas somente os que estão dispostos a DECIDIR FAZER TUDO, conforme a Sua Palavra, alcançam a realização. Somente DECIDINDO FAZER TUDO é que será possível uma mudança total. Quem faz tudo conquista, desfruta, alegra-se, sente-se realizado em tudo o que sempre sonhou. A realização no presente é fruto do que fazemos.

Foram sete as promessas feitas a Abraão, representando a perfeição, e nada, absolutamente nada, foi deixado em falta. A verdade é que Deus viu a atitude de Abraão desde o início; a sua integridade, a obediência, a fidelidade à sua esposa, etc. Abraão mostrou o seu caráter, quem ele era, não com palavras, mas com atitudes. No auge da sua alegria, que era o seu filho, esperado por aproximadamente 60 anos, Deus lhe pede o mesmo e ele entrega-o em sacrifício ao seu Senhor.

Caso semelhante é o de Moisés, pois só apenas quando este se mostrou capaz de fazer o seu TUDO (de superar as suas limitações) é que Deus pode libertar o povo de Israel.

Josué rodeou as muralhas, mas foi apenas quando gritou, juntamente com o povo, é que Deus as derrubou. Até o próprio Senhor teve que DECIDIR FAZER TUDO pela salvação da humanidade!

Deus faz isto para ratificar a nossa independência, ou seja, para mostrar que está apenas nas nossas mãos que a mudança seja operada ou não. É a nossa capacidade de FAZER TUDO (ou não) que faz com que o sonho se concretize. É nesta fase que o ser humano mostra a sua convicção, firmeza e confiança; é nesta fase que demonstramos se, de fato, estamos firmes na nossa decisão. Foi isso que mostrou Daniel, quando colocado diante dos leões, no interior da cova para onde os seus inimigos o tinham enviado, por causa da sua decisão de orar ao seu Deus.

É esta nossa postura que determina o estado atual da nossa vida. E por isso não podemos "culpar" ninguém pela vida que temos, senão a nós mesmos, já que fomos nós que optamos por dar ou não o nosso TUDO.

Fidelidade, integridade e bom exemplo fazem também parte do nosso TUDO, já que a nossa vida tem de espelhar o que somos ou no que acreditamos. O sobrenatural (o papel de Deus) é apenas um complemento do nosso TUDO.

Para quem tem objetivos ou sonhos, este é o caminho a seguir, esta é a decisão a ser tomada, de FAZER TUDO o que está ao seu alcance!

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Buscando até a segunda ordem 3 - final


Esses 7 meses buscando, eu aprendi que pra servir a Deus não precisamos de uniforme, a unção está dentro de você e, isso com tempo é mostrado naturalmente. Lembro que durante esses meses eu só podia participar das reuniões de obreiros, mais só de poder participar das reuniões, pra mim era um privilégio.

A cada dia eu tenho aprendido a dar valor a qualquer situação que eu passo, porque é uma situação única que leva a você dar valor a coisas que aos olhos humano é insignificante. Na hora você não entende nadinha, mais depois que você passa, é como se seus olhos abrem, você olha de uma maneira positiva… você amadurece.

Cheguei ao ponto de esquecer que eu estava no banco, porque eu estava tão concentrada em servi a Deus, pra mim era só isso que me importava. Em uma dessas reuniões de obreiros, o meu pastor(que me colocou de banco) que eu tive a oportunidade de conhecer mais... comecei admirava-lo, pelo seu trabalho, sua unção e como cuidava de sua igreja, sua esposa um exemplo para nós obreiras, e sem menos esperar ele me chamou. Fui até ele e me perguntou: Porque você está no banco?? O que você fez, eu não me lembro??

Gente!!! Eu não esperava rsrs. Repeti toda a história pra ele, e ele ficou em silencio. Meu coração disparado, porque ele ficou muito tempo em silêncio mesmo. Quando ele abriu sua boca, eu vi o próprio Deus falando comigo. Graciele, pode colocar o uniforme, eu te coloquei no banco porque eu sabia que você iria permanecer, tem muitos aqui, que se eu tiro o uniforme, na mesma hora iram sair, pois está sustentado no uniforme, mais você é de Deus filha, vai na fé que Deus está contigo.

Huahua… Deus espera isso de mim, permanecer. Essa situação que eu passei, me tornou mais forte, mais confiante e Madura.

Talvez o que você está passando aos olhos dos homens é impossível, mais permaneça amiga.. Deus é contigo!!! Ele quer usar essa situação para Ele ser glorificado. Eu sei que não é fácil, mais siga em frente, não olhe para o que as pessoas falam ou pensem. Olhe pra você, olhe para o alvo que é o Senhor Jesus, e assim você vence... qualquer situação. É claro, que há situações que demora meses até anos, mais saiba que você permanecendo, você sairá dela mais forte, confiante e Madura.

Lembre-se: "Permanecer na fé é o segredo para se obter as promessas de Deus mesmo que dure uma vida inteira."

quarta-feira, 19 de maio de 2010

A PERFEIÇÃO



HOJE PELA MANHÃ, QUANDO EU ESTAVA INDO PARA O TRABALHO, LEMBREI DE UMA CONVERSA QUE EU E OUTRAS COMPANHEIRAS DA OBRA DE DEUS TIVEMOS SEMANA PASSADA. QUANDO ESTAVAMOS REUNIDAS PARA ORGANIZAR O BAZAR QUE FAREMOS EM NOSSA IGREJA EM BENEFÍCIO A EBI E LEMBREI DA PERGUNTA QUE UMA DELAS FEZ: “QUEM AQUI SABE FAZER ARTESANATO?” FORAM POUCAS AS QUE LEVATARAM AS MÃOS E DEPOIS DE ALGUNS MINUTOS LEVANTEI A MINHA E FALEI: “EU SEI. QUANDO EU ERA MAIS JOVEM PINTAVA GUARDANAPOS DE COZINHA, MAS FAZ TANTO TEMPO QUE PAREI QUE ACHO QUE NEM SEI MAIS OU SE COMEÇAR AGORA VAI DEMORAR MUITO PRA FAZER DIREITINHO, PORQUE É COM A PRÁTICA QUE CONSEGUIMOS FAZER BEM PERFEITINHO SEM FALHAS E AINDA AGRADAMOS O FREGUÊS.

REFLETINDO NESSA RESPOSTA ME DEI CONTA QUE COM NOSSA VIDA ESPIRITUAL É ASSIM TAMBÉM, SOMENTE COM A PRÁTICA DA PALAVRA DE DEUS DIARIAMENTE, É QUE CONSEGUIMOS ALCANÇAR A PERFEIÇÃO DA NOSSA FÉ. NÃO É QUE VAMOS SER PERFEITOS SERES HUMANOS, MAS NOSSA FÉ SERÁ PERFEITA COMO A DE ABRAÃO, ELE TEVE MUITAS FALHAS MAS A FÉ DAQUELE GRANDE HOMEM FOI PERFEITA AOS OLHOS DO NOSSO DEUS.

POIS TUDO O QUE DEUS PEDIA PRA ELE, O MESMO NÃO EXITAVA EM OBEDECER. DEUS OBSERVA OS DETALHES DA NOSSA VIDA ESPIRITUAL, MUITAS VEZES NOS PREOCUPAMOS SÓ COM OS DETALHES GRANDES DA NOSSA PINTURA (VIDA ESPIRITUAL) MAS SÃO OS DETALHES QUE CHAMAM A ATENÇÃO DELE. E OS DETALHES QUE DEVEMOS PRATICAR EM NOSSO DIA A DIA SÃO: AMOR AO PRÓXIMO, ORAR PELOS QUE NOS ODEIAM, NÃO FAZER FOFOCAS, TER BONS OLHOS, REPREENDER OS PENSAMENTOS RUINS E IMPUROS E OUTROS DETALHES QUE SÓ DEUS MOSTRA.

PRATIQUE, PRATIQUE E PRATIQUE MUITO TUDO AQUILO QUE DEUS MANDA EM SUA PODEROSA PALAVRA E VOCÊ ALCANÇARÁ A TÃO ALMEJADA PERFEIÇÃO DA SUA FÉ COMO ABRÃO ALCANÇOU POR SER OBEDIENTE.

QUE DEUS ABENÇOE
FABIANA DE OLIVEIRA

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Buscando até a segunda ordem-parte 2



Quando voltei pra casa, era como se meu dia tinha terminado. Minha cabeça cheia de pensamentos querendo saber o porque disso tudo. Lembro que na minha casa eu não tinha privacidade, a onde eu dormia era na sala. Eu precisava falar com Deus, eu ainda estava segurando o meu choro e, não queria transparecer para minha mãe.

Peguei a minha bíblia e sai para uma pracinha perto de casa, não tinha ninguém lá. Eu comecei a chorar, e reclamar com Deus o porque… eu estava servindo a Ele de todo o meu coração, eu não tinha feito nada de mais para receber isso. Foi quando Ele falou comigo assim:

“Porque Deus não é injusto para se esquecer da vossa obra, e do trabalho do amor que para com o seu nome mostrastes, enquanto servistes aos santos; e ainda servis. Mas desejamos que cada um de vós mostre o mesmo cuidado até ao fim, para completa certeza da esperança; Para que vos não façais negligentes, mas sejais imitadores dos que pela fé e paciência herdam as promessas". Hebreus 6:10-12.

Quando servimos a Deus, somos abençoadas! Somos SEU povo! Essa é a verdadeira motivação para continuar amadurecendo em Cristo. Não existe injustiça na obra de Deus, se algo acontece diante dos nossos olhos, ou com a gente mesmo… primeiro saiba, que Deus está vendo tudo… Segundo, Ele permiti que isso aconteça. Se somos verdadeiras servas de Deus, temos que passar por provas, por situações que aos nossos olhos não é o que esperávamos, não somos poupadas quando servimos a Deus, isso sempre vai passar e temos que vencer com perseverança e paciência, e assim, desta maneira seremos aprovadas. Se realmente estamos servindo a Deus, então, é normal confiarmos Nele, não é verdade?
Foi isso que Deus falou comigo… foi um tapa na cara!!!

Eu voltei pra casa, consciente que se realmente eu servia a Deus, eu iria continuar fazendo a minha parte. Não seria um uniforme que iria fazer a diferença, mais sim eu, agindo como serva, Deus sabia que eu precisava disso e eu finalmente compreendi.

Eu fiz que o pastor orientou, ia para a igreja todos os dias pra participar das reuniões (até sexta-feira eu passava pelo vale do sal). Eu pensei.. eu posso fazer mais sem o uniforme, então preparei um livro de oração e antes das reuniões, eu sentava com as pessoas para pegar seus nomes para orar. Evangelizava aos domingos... pra mim foi uma época muito forte na minha vida, porque a história do banco, como dizem, não foi um castigo e sim necessário para minha vida com Deus. Eu pude continuar servindo a Deus, e sabe quanto tempo eu fiquei buscando??? 7 meses... isso mesmo.

Mais eu não deixei de servi ao meu Deus, porque Ele é o mais importante na minha vida e não deixei de ganhar almas. Muitos chegaram a me dizer que eu era boba, que eu tinha que entregar o pastor para o regional, porque isso não se faz, mais eu não fiz, porque eu sabia que Deus estava agindo nessa situação… eu confiei Nele. E eu só ganhei nesses 7 meses.

Continuarei... aguarde :-)

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Walk on the water (Tradução)



Você olha em volta e começa a voltar a si
Outra onda de dúvida
Vai te por para baixo
Você se pergunta
E se eu estiver ultrapassando
E se eu nunca conseguir fazer isso
E se não tiver ninguém lá
Você ira ouvir minha oração
Quando você der seu primeiro passo
Para o desconhecido
Você vai saber que Eu nunca vou deixar você

Então o que você está esperando
O que você tem a perder
Suas inseguranças
Elas tentam acabar com você
Mas você sabe para o que foi criado
Então não tenha medo de seguir
Sua fé é tudo que você precisa
E você pode andar sobre as águas também

Então venha e deixe seu medo cair
sem tempo para perder, não espere
e não volte atrás, e perca tudo
Tudo o que você tem feito
Tem que ser, Eu sei você não tem mais certeza
Então você joga pro alto, e tenta fugir
Se você der o primeiro passo
Para o desconhecido
Ele não vai te deixar

Permaneça, mesmo quando vem a tempestade
Permaneça, mesmo quando você está machucado
Permaneça, mesmo quando seu coração fala, fala Para você desistir
Permaneça, mesmo se sua esperança for roubada
Permaneça, você não consegue ver onde está indo? Não tenha medo
Então o que você está esperando, o que você está esperando

domingo, 9 de maio de 2010

Buscando até a segunda ordem parte 1


Meu tempo de obreira foi para mim momentos que marcaram. Foi um tempo que precisei está disposta aprender, não importava como seria. Quando Deus te chama, você precisa mostrar para Ele que você é escolhida. Eu só tinha 15 anos, solteira e muito para amadurecer… mas dentro de mim havia uma certeza que eu tinha sido escolhida, para servir, para ser uma obreira diferente, e isso só dependia de mim.

Eu estava na fé… ia todos os dias na igreja, era o meu prazer está lá. Nas reuniões que trabalhava eu nunca ia por ir, sempre ia com um propósito de abençoar alguém, de poder orientar, e se a pessoa viesse falar comigo, teria que ser o próprio Deus falando com ela, essa sempre foi a minha fé, eu não queria ser mais uma, se eu tinha sido levantada a obreira, então, teria que ser para mim um privilégio, e não uma rotina. Eu sempre buscava fazer as coisas para Deus, servir a Ele, de uma forma que não se tornasse uma rotina, eu não falhava em nada em meus compromissos na igreja. Se precisasse de algo lá eu estava, não me importava em sacrificar.

Naquele tempo tudo estava bem, na verdade muito calmo para quem estava fazendo sacrifício, se dedicando, sendo fiel e etc, não é mesmo?

Aí... foi quando teve a troca de pastor. Eu não conhecia, tivemos uma reunião de obreiros, e foi feita algumas organizações, pois havia muitos obreiros… e precisavam de obreiros para trabalhar em algumas reuniões… lembro que ele(o pastor) tinha deixado bem claro, que se nós estávamos ali de todo o nosso coração, teríamos que fazer a nossa parte, sendo responsáveis e fazer o seu papel de obreiro(a). Porque, se não fosse assim, então Deus não poderia contar com a gente. E disse mais… se houvesse pessoas que só estava de obreiro por estar, então seria melhor não ser mais, e Deus iria mostrar, e se alguém deixasse de cumprir suas responsabilidades e não tivesse justificativas, teriam que ficar buscando até a segunda ordem.

Eu gostei da nova direção, era o certo. Se realmente estávamos ali, teríamos que ser servos de Deus e ajudar as pessoas, sendo responsáveis. Passou algumas semanas, e comecei a ver obreiros saindo de obreiro, outros tendo que buscar e não colocando o uniforme, eu pensei Meu Deus!!! O que está acontecendo?!

Era Deus trabalhando, Ele sabia o que estava fazendo, mais eu não sabia que iria acontecer também comigo rsrs. Eu fiquei uma quarta -feira, sem ir para a igreja que eu era obreira, lembro que foi porque eu tinha ido em uma outra cidade à trabalho, e não ia dar tempo de voltar para a igreja, então, eu participei na cidade que eu tinha ido à trabalho (detalhe eu não avisei ao pastor), só fui avisar na quinta pessoalmente. Quando cheguei no outro dia para falar com ele, expliquei tudo e pedi desculpas… ele ficou mudo, olhando nos meus olhos, não tinha reação. Depois de alguns minutos, o pastor me disse: É melhor você buscar, não coloque mais o uniforme, não entre na escolinha, não entre mais na sala de obreiros, de agora em diante só do salão para sua casa até a segunda ordem… se você quiser, você pode evangelizar. Nossa!!!!!! Eu fiquei passada… na verdade naquele momento eu não espera isso. Eu não tinha pecado, eu não tinha feito nada de mais e porque teria que ficar sem o meu uniforme???
Olha eu não entendi nadinha… fiquei sem chão, foi um baque para mim, eu sai de lá sem palavras, sem reação. A primeira coisa que veio em minha mente, como seria agora? Eu amava fazer o que eu fazia? Só por causa disso? Eu não estou acreditando?
Pois é, fui muchinha pra casa... com um montão de pensamentos na minha cabeça, você quer saber o que eu fiz?

Contarei essa semana... e você vai ver como Deus trabalha, não importa a situação, Ele quer que você cumpri a sua palavra, se eu queria fazer a diferença aí estava minha oportunidade, mais custou um pouquinho para me dar conta :-)

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Sem se dar conta


Quando você entrou na Igreja, descobriu muitas coisas, as experiências que você estava tendo com Deus ... nossa ... Você queria gritar para o mundo todo, com uma alegria sem igual. Aí você quer fazer alguma coisa a mais, você olha os obreiros lá trabalhando e começa a sentir o desejo de ser uma também. Começa a evangelizar, pois quer contar para as pessoas tudo o que Deus tem feito na sua vida e a alegria que agora você tem.

Você está super ativa na Igreja e está crescendo espiritualmente, tudo é novo para você.

Até que você vê algo errado e então começa a olhar diferente. Você ainda está aí querendo fazer a Obra, mas seus olhos começam a ficar "sujos".

Você acaba vendo outras coisas, não legais, e já não vê com a mesma santidade de antes. Você ainda está aí, mas seus olhos já não são mais os mesmos!

E, eles continuam assim, esse tempo todo você não os limpou, sem se dar conta você está encontrando primeiro os defeitos e erros nas pessoas e assim, ter uma imagem errada. Dizem que "A primeira impressão é a que fica", mas sinceramente eu não acredito nisso.
E ter olhos 'sujos' vão atraindo outras coisas mais, como: pensamentos sujos, língua 'suja' (fofoca) ...

Você está fazendo um papel que não é seu ... julgar.

Se aconteceu algo, amém. Vamos orar a favor.

Não vamos mais ficar com os nossos olhos sujos e o pior, sem nos dar conta disso. Automaticamente estamos vendo aquilo que não é bom nas pessoas.

Então a partir de hoje, vamos mudar novamente, vamos primeiro encontrar aquilo que as pessoas tem de bom, aquilo que os teus colegas de Obra tem de bom, pois lembre-se: Foi Deus quem os escolheu!

Luana

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Eu era vazia (Testemunho de esposa)



Meu nome e Rosilaine Sousa, quando cheguei na igreja depois de muitos sofrimentos, porque vinha de uma família que servia aos espíritos, a gerações, ao ponto de minha mãe em ocasiões manifestada com demônio, dava consulta espíritas, e na nossa casa só havia destruição, doenças e desunião.

Aos 13 anos comecei a beber porque sentia um vazio muito grande dentro de mim e queria encontrar um sentido para viver, muitas vezes subia no teto da casa e ficava pensando porque vim ao mundo para sofrer tanto?, cheguei a usar drogas, e o ambiente aonde eu vivia era tão devastado que aos 15 eu tinha vergonha de contar para as minhas amigas que eu ainda era uma moça virgem, já que todas elas já não eram e muitas já ate eram mães solteiras, enfim ,em dezembro completei 17 anos de idade e com esse imenso vazio, lembro que na noite de reveion, entrei em meu quarto fechei a porta e cortei todo o meu cabelo, depois passei a maquina afim que fazer algo diferente e começar o ano seguinte com uma nova vida.

Mas claro que o cortar o cabelo não me trouxe nenhuma diferença, se não que em Janeiro, uma prima muito chegada começou a ir na igreja universal e me convidou, eu fui, mas com aquele pensamento , ah, vou lá ver como e essa igreja do bispo Macedo, mas só para ver depois não volto mais! E nem sabia que ali estava o começo da nova vida que eu sempre desejei…

Era uma sexta feira , recebemos a oração forte, sai dali diferente, mas leve e com vontade de conhecer a Deus. Então seguimos na igreja, fomos acompanhadas por uma jovem obreira que nos ajudou muito, em orientações, orações e nos ensinou a perseverar. Cada dia que eu ouvia mais de Deus, maior era o desejo de conhecê-lo , então passei a buscar esse encontro com Esse Deus tão maravilhoso, aos 6 meses de igreja já era outra pessoa com outra visão , porque me entreguei por inteira , então Jesus Cristo mudou meu viver, mudou a minha família, e me deu inclusive a oportunidade de servi-Lo, passei a ser obreira e depois de 6 anos casei com um grande homem de Deus que e Pastor, hoje fazemos a obra de Deus no altar, e somos imensamente feliz!

Faço a obra juntamente com meu esposo na IURD da ilha de Aruba-Caribe ,que pertence a Venezuela sempre leio o seu blog e gostaria de enviar meu testemunho,obrigada por nós dar esse espaço e de tambem poder ajudar a outras pessoas com nosso testemunho.